e unidos caíram todos na solidão está em andamento, até que seja viabilizada a exposição de toda a documentação da performance. Abaixo você acessa partes relevantes desse projeto.

arquivos pra baixar

Registros diários no blog

Posts em breve
Fique ligado...

Apresentação

 

"e unidos caíram todos na solidão" deixará em dúvida quem pensa que lugar de arte é em centro cultural e lugar de livro é em biblioteca. É que a proposta coloca em evidência a possibilidade de vivência de percursos não instituídos.

30 livrinhos foram produzidos artesanalmente e numerados para, então, serem deixados em diversos lugares não escolhidos previamente (um livrinho em cada lugar). Cada uma dessas dispersões é registrada por vídeo, um certificado onde constam o local e horário da ação e GPS.

Qual será o destino de cada um dos objetos? Eles sobreviverão ao mundo no qual foram lançados? Haverá alguma chance de que ocorra alguma comunicação com alguém que eventualmente encontrar um desses exemplares? Quanta distância e desconhecimento ficarão entre mim e essa outra pessoa? E quão próximos poderíamos ficar justamente por nos termos comunicado de uma forma não-convencional, não-automatizada pelos meios e sistemas que tentam conter e dirigir nosso comportamento cotidiano?

A documentação dessa dispersão dos 30 livrinhos fornecerá uma evidência de uma ação mas, como em todo gesto utópico, seus efeitos dificilmente poderão ser um dia mensurados.